Congelamento de Óvulos

O congelamento dos gametas permitiu significativos avanços em tratamentos para preservação da fertilidade. Através da estimulação dos ovários, realizada por medicações específicas e posterior coleta, é possível congelar os óvulos e mantê-los funcionais para que possam ser utilizados futuramente.

Pacientes diagnosticadas com câncer que passarão por tratamentos oncológicos e pacientes que desejam postergar a gravidez são as que mais se beneficiam com a técnica do congelamento.  A importância de congelar os óvulos antes de iniciar o tratamento oncológico é grande, pois muitas vezes o tratamento da doença atinge profundamente o funcionamento dos ovários e o desenvolvimento e maturação dos óvulos.

A informação de que os óvulos envelhecem com a idade precisa ser realmente considerada por mulheres que desejam postergar a gravidez, pois pelo fato de as mulheres nascerem com o número de óvulos preestabelecidos, os mesmos possuem a idade da mulher e, consequentemente, envelhecem com ela. Esse processo de envelhecimento pode aumentar as chances dos óvulos apresentarem anomalias genéticas ou cromossômicas, que podem dificultar a gravidez. Sendo assim, o aconselhável é que mulheres que desejam ter um ou mais filhos, mas por algum motivo ainda não decidiram engravidar, guardem seus gametas sadios, garantindo a qualidade dos óvulos preservados pelo congelamento.

Dr. Carlos A. Petta

CRM 53 635

 

Especialista em saúde feminina e medicina reprodutiva.

Conheça mais sobre seu trabalho clicando aqui.

Fertilidade & Vida

Nossa missão é promover a vida. Tornar sonhos realidade. Buscamos a excelência em Reprodução Humana e tratamento da Endometriose.

Todos os direitos reservados © 2018. Criado por STUDIO LIEBE.