Ovodoação

Sabemos que algumas mulheres não respondem bem aos medicamentos utilizados para o estímulo da produção de óvulos. A perda ou dificuldade de gerar gametas pode ter diversas causas, como a endometriose, menopausa precoce, cirurgias anteriores ou até tratamentos oncológicos. Em alguns casos, as mulheres produzem óvulos, mas esses não são capazes de gerar um embrião saudável.

Quando a possibilidade de gerar um filho com seus próprios óvulos é nula, as mulheres podem optar por recebê-los de uma doadora. Assim, através do procedimento de fertilização in vitro, o óvulo doado é fertilizado com o espermatozoide do companheiro. Após, a mulher (receptora dos óvulos) recebe alguns hormônios para preparar o endométrio, facilitando a implantação do embrião que, depois de mais ou menos cinco dias sendo cultivado em laboratório, é transferido ao útero para dar início à gravidez. Com a doação de óvulos, as mulheres que não engravidariam com óvulos próprios podem agora realizar o sonho da maternidade.

É importante ressaltar que a legislação brasileira proíbe o comércio de gametas e que a doação de óvulos é feita de forma anônima, de modo que nem o casal saiba quem é a doadora e nem a concessora saiba quem recebeu seus óvulos. A escolha da doadora baseia-se na análise de características físicas, como cor da pele, dos olhos, textura e coloração do cabelo, altura, peso, entre outras.

Aqui na Clínica Fertilidade & Vida, temos um programa de doação compartilhada de óvulos, no qual pacientes com idade limite de 35 anos que precisem da fertilização in vitro para engravidar podem compartilhar seus óvulos com uma paciente receptora.

Não há custo para a fertilização in vitro da paciente doadora, porém, caso sejam necessários, exames diagnósticos, procedimentos cirúrgicos para obtenção de espermatozoides (no caso de homens vasectomizados ou que não tenham espermatozoides no ejaculado), congelamento e descongelamento de embriões ficam por conta da doadora.

O primeiro passo para entrar no programa de doação compartilhada de óvulos é passar pela avaliação com um de nossos especialistas em reprodução humana. Nessa consulta, além de exame físico e avaliação de exames complementares, o médico irá orientar a paciente sobre o processo de doação compartilhada de óvulos (ovodoação).

Dr. Carlos A. Petta

CRM 53 635

 

Especialista em saúde feminina e medicina reprodutiva.

Conheça mais sobre seu trabalho clicando aqui.

Fertilidade & Vida

Nossa missão é promover a vida. Tornar sonhos realidade. Buscamos a excelência em Reprodução Humana e tratamento da Endometriose.